Biografia
















Ariana Grande-Butera – conhecida profissionalmente como Ariana Grande – é uma atriz, cantora e compositora norte-americana nascida em Boca Raton, Flórida no dia 26 de junho de 1993. Filha de Joan Grande e Edward Butera; irmã de Frankie James Grande; neta de Frank e Marjorie Grande (pais de sua mãe); e Anthony V. Butera e Florence Citrano (pais de seu pai), Ariana (que possui ascendência parte italiana e parte grega/norte-africana) foi nascida e criada na mesma cidade onde nasceu, e desde cedo já demonstrava seu talento para as artes, com destaque para a atuação, a dança e principalmente a música.

De Boca Raton para a Broadway

A família Grande sempre teve uma forte ligação com as artes, especialmente com o teatro. O irmão de Ariana, assim como ela, demonstrou um interesse precoce pela atuação e canto. Ela estreou sua carreira como atriz aos oito anos de idade, interpretando a personagem principal de uma adaptação do musical “Annie“, de Harold Gray. As apresentações eram realizadas no Little Palm Family Theatre, um pequeno teatro comunitário de Boca. Sua mãe, Joan, também participou do elenco do projeto como forma de incentivar a filha. No ano seguinte, a artista atuou em mais uma das peças do teatro de sua cidade, desta vez vivendo a personagem Dorothy, do clássico “O Mágico de Oz“. Joan mais uma vez esteve no elenco, junto com a filha, apoiando-a.

Após anos atuando em musicais amadores, peças escolares e tendo contato com o mundo da música e da atuação em sua cidade natal, Ariana mudou-se para Nova York para tentar ingressar em seu primeiro trabalho profissional. Entre 2007 e 2009, ela desempenhou o papel de Charlotte no musical “13“, apresentado na Broadway. Sua atuação no projeto rendeu-lhe o primeiro prêmio de sua carreira: O “Prêmio Nacional da Juventude no Teatro“.

Outros trabalhos realizados pela artista em teatros profissionais foram: “Cuba Libre” (2010) e “A Snow White Christmas” (2012). Porém, antes mesmos de aceitá-los, Ariana já inclinava-se para sua entrada como atriz principal em uma grande emissora de TV. Foi ao fim de sua participação em “13” que ela conheceu Dan Schneider, roteirista da Nickelodeon, que estava em busca de atores para protagonizar sua nova série musical, “Victorious“.

Visando um crescimento em sua carreira, Ariana fez o teste para o seriado e foi selecionada para interpretar uma das personagens do elenco principal, a doce e adorável Cat Valentine. A partir dali, a carreira da atriz e cantora tomaria um rumo totalmente novo.

Victorious e Put Your Hearts Up

Em 27 de março de 2010 estreava na Nickelodeon o seriado “Victorious”, protagonizado por Victoria Justice, Leon Thomas III, Avan Jogia, Elizabeth Gillies, Daniella Monet, Matt Bennett e claro, Ariana Grande. Durante 3 anos, a atriz viveu Cat Valentine, famosa por seus cabelos vermelhos, personalidade divertida e ingênua. A série foi um sucesso mundial, alcançando grandes índices de audiência para o canal e tornando-se um dos maiores produtos lançados pela Nickelodeon desde “iCarly“.

“Victorious” abriu um grande espaço para Ariana na mídia, que decidiu então começar a postar covers de grandes sucessos em seu canal pessoal no Youtube, o Osnapitzari. A voz e o talento da cantora chamaram a atenção da gravadora Republic Records, com a qual ela assinou seu primeiro contrato na carreira musical no ano de 2011. A partir dali, ela começou a trabalhar naquele que seria seu primeiro álbum de estúdio, inicialmente intitulado “Daydreamin’“.

Em dezembro daquele mesmo ano, Ariana lançou o primeiro single de sua carreira, “Put Your Hearts Up“. O fracasso em vendas e desempenho nas paradas musicais fez com que a música passasse de 1º single à single promocional do “Daydreamin’”. O projeto sofreu diversas mudanças e teve várias canções engavetadas. De um direcionamento inicialmente Pop/Soul, o disco passou a ser inspirado pela música Pop/R&B/Urban/Hip-Hop. Apenas algumas faixas escritas para a primeira versão foram mantidas.

Em 2012, Ariana seguiu compondo e gravando novas músicas. Ela também participou de seu primeiro filme (Swindle) e foi convidada para protagonizar uma nova série ao lado de Jennette McCurdy. O projeto seria um spin-off (continuação paralela) de “Victorious” e “iCarly“, dois grandes sucessos da Nickelodeon. Antes do fim do ano, a cantora lançou uma parceria com o libanês Mika, chamada “Popular Song“. No início de 2013, “Victorious” foi cancelada e deu lugar a “Sam & Cat“.

Sam & Cat, Yours Truly e Christmas Kisses

Após o cancelamento de “Victorious”, Ariana deu início as gravações de “Sam & Cat”. Paralelamente, ela também continuou seguindo o projeto de seu primeiro álbum. Logo no início de 2013, a cantora gravou “The Way“, música que se tornaria o primeiro single de seu disco de estreia e a levaria ao topo das vendas. “The Way“ – parceria com o rapper Mac Miller – foi lançada em 25 março de 2013, e atingiu rapidamente o topo do iTunes dos Estados Unidos. A música obteve um grande sucesso dentro do país e foi alvo de inúmeros elogios por parte da crítica especializada, que logo comparou-a a artistas como Mariah Carey.

Após a grandiosa estreia de “The Way”, Ariana assinou contrato com um novo empresário: Scooter Braun (responsável pela gerência de estrelas como Justin Bieber). Nos meses seguintes, ela seguiu gravando seu álbum de estreia e em junho, “Sam & Cat” foi enfim lançada. A série conquistou grandes índices de audiência em suas primeiras semanas, tornando-se o programa de maior destaque na grade da Nickelodeon.

No mês seguinte, Ariana divulgou o segundo single do álbum, “Baby I”, obtendo resultados regulares nas paradas musicais com o mesmo. Logo em seguida, a cantora revelou o título oficial de seu primeiro disco: “Yours Truly“. Ela também acabou por sair em turnê com o astro canadense Justin Bieber e deu início a sua própria digressão solo, a “The Listening Sessions“, que seria responsável por apresentar ao público as novas músicas que estariam no “Yours Truly”. Ambas as tours tiveram bons números em arrecadação.

No dia 3 de setembro de 2013 foi lançado o “Yours Truly”, que já em sua semana de estreia alcançou o 1º lugar da Billboard 200, quebrando um recorde de vendas existente há 3 anos para álbuns de iniciantes. No mesmo mês, Ariana liberou aquele que seria o terceiro e último single do CD, “Right There“, parceria com Big Sean. A música, assim como “Baby I”, obteve um desempenho abaixo do esperado pela gravadora.

Ainda em meio a promoção de “Right There”, Ariana deu início a um projeto de lançamento de músicas natalinas em formato semanal, todas parte do EP “Christmas Kisses“. Foram liberadas 4 faixas: “Last Christmas“, “Love is Everything“, “Snow in California” e “Santa Baby (feat. Liz Gillies)“. Foi também nesse mês que ela realizou uma performance marcante e ganhou o prêmio de Artista Revelação de 2013 no American Music Awards (AMA).

Para encerrar o ano, Ariana realizou uma pequena “turnê” junto ao festival “Jingle Ball”, com direito a 6 apresentações. Com o fim de 2013, a cantora também marcou presença em listas especiais organizadas pela crítica especializada que destacaram seu álbum de estreia como um dos melhores lançamentos do ano.

My Everything

No início de 2014, Ariana fez uma viagem profissional ao Japão para relançar e divulgar o “Yours Truly”. Ela concedeu entrevistas em rádios japonesas, performou em programas de TV e fez seu primeiro show em território asiático. No mês seguinte, após um rápido retorno aos Estados Unidos, a estrela fez uma nova viagem ao oriente e enfim relançou seu primeiro disco. O relançamento do “Yours Truly” no Japão vendeu mais de 14 mil cópias na primeira semana, e tornou-o um dos discos mais vendidos do ano.

Com o relançamento feito e a era encerrada, Ariana começou a trabalhar naquele que seria seu segundo álbum de estúdio. A cantora recrutou grandes compositores e produtores e focou na gravação do projeto durante alguns meses. Nesse meio tempo, ela foi convidada pelo cantor Chris Brown para a gravação de uma participação especial em seu mais novo disco. “Don’t Be Gone Too Long” (título da faixa) chegou a ter um videoclipe filmado e foi cogitada para um lançamento oficial como single de Brown, porém a versão da canção com os vocais de Ariana e seu vídeo foram engavetados.

Após algumas mudanças e cancelamentos, foi lançado em 28 de abril de 2014 o primeiro single do segundo álbum da cantora. “Problem“, parceria com a rapper Iggy Azalea, rendeu-lhe seu primeiro top 3 no Hot 100 da Billboard e tornou-se um dos maiores hits do ano, sendo a 8ª canção mais vendida de 2014 em todo o mundo, com quase 4 milhões de unidades vendidas somente em território estadunidense.

Em junho, Ariana liberou o segundo single do novo disco: “Break Free“, parceria com o DJ alemão Zedd. A faixa vendeu milhões de cópias ao redor do mundo e atingiu a 4ª colocação da parada de singles da Billboard, tornando-se mais um grande hit na carreira da estrela. No fim do mês, a cantora revelou que o novo álbum se chamaria “My Everything“, e que seria liberado dali a algumas semanas.

“My Everything” foi lançado oficialmente em 25 de agosto de 2014, em meio a problemas pessoais recentes da estrela (seu avô acabara de morrer e Ariana passava por momentos delicados em sua família). As dificuldades, no entanto, não a pararam: A cantora trabalhou arduamente na divulgação do projeto, que foi promovido ao longo de 2014 com várias performances em festivais, programas de TV e famosas premiações.

O álbum estreou no primeiro lugar da Billboard 200 vendendo mais de 169 mil unidades em seus 7 primeiros dias. Mundialmente, o disco também atingiu o topo das vendas de diversos países, sendo certificado com discos de ouro e platina em aproximadamente 15 nações. No total, ele já acumula mais de 1.8 milhões de cópias comercializadas em todo o planeta.

Além de “Problem” e “Break Free”, o “My Everything” gerou outros 3 hits: “Bang Bang” (parceria com Jessie J e Nicki Minaj), “Love Me Harder” (dueto com The Weeknd) e “One Last Time“. Dentre as 5, quatro atingiram as 10 primeiras colocações da Billboard Hot 100 e juntas, foram responsáveis pela venda de quase 20 milhões de cópias ao redor do mundo.

A era “My Everything” também acarretou na vitória de Ariana em diversas premiações, sendo as mais importantes: VMA, EMA e o BAMBI Awards. O reconhecimento da crítica também não foi deixado de lado: O disco gerou 2 indicações ao GRAMMY Awards 2015, nas categorias “Best Pop Vocal Album” e “Best Pop Duo/Group Performance” (esta última pelo single “Bang Bang”).

The Honeymoon Tour

Já em 2015, Ariana deu início a sua primeira turnê em nível mundial. Intitulada “The Honeymoon Tour“, a digressão estreou em 25 de fevereiro e estender-se até outubro, com mais de 80 datas. Passando pela América do Norte, América Latina, Europa e Ásia, a Honeymoon Tour reuniu milhares de fãs e serviu como mais uma parte da extensa promoção do “My Everything”. O último show da turnê foi no Brasil, em SP, no fim, a tour teve 84 shows com público de 808.667 mil pessoas  e uma renda de $41.800.000,00

A turnê, no entanto, não foi  o único foco de Ariana no momento. No início do ano (2015), a cantora vem trabalhando naquele que deverá ser seu terceiro álbum de estúdio, o Dangerous Woman Tour.

• Saiba mais sobre a The Honeymoon Tour clicando aqui •

Dangerous Woman

Inicialmente, “Moonlight” era o nome para o terceiro álbum de estúdio de Ariana, mas em 22 de Fevereiro, através do Snapchat, ela deu o nome final do álbum: Dangerous Woman, dois dias depois, a cantora lançou o site dangerouswoman.com para promover o álbum, no qual continha a seção”chá”, onde era lançado novidades a cerca do álbum, e “shop” onde era vendido produtos oficiais do mesmo. No dia 10 de março foi divulgado, no seu site e redes sociais, a capa oficial do álbum, e no dia seguinte (11/03)  o primeiro single, que dava nome ao álbum, era lançado, junto com a pré-venda do álbum no iTunes.

Dangerous Woman (single) foi anunciado no dia 1 de Março , 2016 por Ariana. Um trecho da canção foi lançada como música de fundo para o Victoria’s Secret Swim Special em 9 de março de 2016 e enviado para as rádios em 15 de março de 2016. A canção se tornou sétimo top 10 de Ariana na Billboard Hot 100, bem como o seu quinto single a estrear no top 10, tendo seu pico em #8. A canção já vendeu mais de 3,2 milhões de cópias em todo mundo

No dia 20 de maio, o álbum “Dangerous Woman” era lançado, foi eleito pela Billboard, MTV UK e Complex Magazine um dos melhores álbuns de 2016 . O album vendeu mais de 271 mil cópias mundialmente na primeira semana e estreou em #2 na Billboard 200 (Parada de albuns americana). Atualmente, o album acumula mais de 1 milhão e 800 mil cópias vendidas no mundo todo, sendo um dos mais bem sucedidos comercialmente de 2016. O álbum recebeu 2 indicações ao Grammy Awards, na categoria Best Pop Vocal Album e Performance Pop Vocal.

Dangerous Woman Tour

No dia 23 de maio de 2016, Grande anunciou no site do seu álbum, que iria sair em turnê no final de 2016 ou início de 2017 e que os fãs que compraram seu álbum na pré-venda teria um código para comprar os bilhetes antes da venda geral. No dia 9 de setembro de 2016, Grande lançou as datas para a primeira parte da turnê, começando no dia 3 de fevereiro de 2017.

No dia 22 de setembro de 2016, Grande anunciou no Twitter que Victoria Monét e Little Mix era responsáveis para abrir os shows da parte da América do Norte, já em 27 de fevereiro de 2017, Live Nation anunciou que Bia se juntará à turnê como o ato de abertura para as datas da Inglaterra durante a etapa europeia da turnê. No dia 3 de abril, Grande anunciou em suas redes sociais, a turnê no Brasil nas cidades Rio de Janeiro e São Paulo que contou com show de abertura da cantora norte-americana Sabrina Carpenter.

A turnê deu início na Talking Stick Resort Arena, em Phoenix, Arizona, e era composto por 23 músicas, sendo 5 delas vindas do álbum “My Everything“, uma inédita, um cover/faixa que muda a cada noite e todas as músicas do mais recente álbum de Ariana, “Dangerous Woman”. Em 22 de maio de 2017, minutos após o encerramento do show de Grande na Manchester Arena, ocorreu uma explosão que levou à morte de 22 pessoas e deixou outras 100 feridas. O ocorrido foi posteriormente identificado como um atentado terrorista de teor suicida, com o grupo extremista Estado Islâmico assumindo a autoria.

O responsável pela explosão foi identificado como sendo Salman Ramadan Abedi, um homem de Manchester, de 22 anos, filho de imigrantes líbios, de família muçulmana, que também morreu com a explosão. Através de seu Twitter, Grande afirmou estar “devastada” com o ocorrido, e prestou condolências aos afetados pelo ataque. Posteriormente, os sete shows seguintes, até a apresentação do dia 5 de junho, em Zurique, foram cancelados. Em 26 de maio de 2017, a cantora anunciou que retornaria a Manchester para fazer um concerto beneficente, para arrecadar dinheiro para as vítimas.

One Love Manchester

One Love Manchester foi um concerto beneficente instituído pela cantora norte-Americana Ariana Grande, em resposta ao atentado à bomba em seu show em Manchester, duas semanas antes. O evento ocorreu em 4 de junho de 2017, no estádio Old Trafford Cricket Ground, localizado em Old Trafford, área metropolitana de Manchester. Os ingressos para o evento foram disponibilizados em 1 de junho de 2017, por £40, e vendidos sem taxas de reserva. Esses ingressos se esgotaram 6 minutos após terem sido colocados á venda.

O evento, transmitido ao vivo pela BBC One, contou com a presença de 50.000 pessoas, diversos artistas participarem do show, sendo eles: Justin Bieber, Black Eyed Peas, Coldplay, Miley Cyrus, Niall Horan, Little Mix, Katy Perry, Take That, Usher, Imogen Heap, Pharrell Williams, Robbie Williams, e Liam Gallagher e outros.

Ariana  re-lançou seu single “One Last Time” e doou todos os rendimentos ao We Love Manchester Emergency Fund, ela também lançou uma versão ao vivo de Somewhere Over The Rainbow, que ela cantou durante o evento, em plataformas de música e de streaming, como um single de caridade, o evento arrecadou mais de £10 milhões.

Dangerous Woman Tour” foi a terceira turnê — segunda em nível mundial — de Ariana Grande. Com total de 75 shows oficiais agendados (+ One Love Manchester Concert e F1 Singapore Show) , ela deu suporte a divulgação do terceiro álbum de estúdio de Ariana, “Dangerous Woman“. A turnê passou pela América do Norte, América Latina, Europa, Oceania e Ásia com total de 867.884 mil pessoas e uma arrecadação de mais de $70.665.651,00.

• Saiba mais sobre a Dangerous Woman Tour •

Novo álbum

Após a turnê, Ariana Grande se mantem em silencio sobre o seu novo álbum, só posta alguns Instagarm Stores no estúdio, mas ela não deu uma dica do que se trata, porém o seu empresário, Scooter Braun, deu uma dica sobre o novo trabalho à revista Variety.

Ele ressaltou que a intenção é valorizar os vocais potentes, com uma sonoridade mais madura, ele disse: “Ela tem uma voz tão extraordinária e é hora de cantar as músicas que a definem” […] “Whitney, Mariah, Adele… Quando elas cantam, essa que é a músicas delas. Ariana tem grandes momentos vocais, é o momento de valorizar isso”.

Quem também deu dicas foi Pharrell Williams, que está trabalhando com Ariana como produtor: “O material é muito incrível. As coisas que ela tem pra dizer neste álbum são de outro nível. Seu álbum é sensacional”. É isso, o que nos resta é esperar! #ansiosa