18.01.18



Nesta semana a revista britânica NME divulgou os indicados ao NME Awards 2018, o evento irá premiar as pessoas que mais contribuíram para a música ao longo da sua carreira. Na edição deste ano Ariana Grande recebeu duas indicações. Confira abaixo as categorias e os concorrentes:

Music Moment Of The Year (Momento Musical do Ano)

Grime4Corbyn
Lady Gaga at the Superbowl
One Love Manchester
The Killers’ surprise set at Glastonbury
Linkin Park’s Chester Bennington tribute concert
Noel Gallagher plays ‘Don’t Look Back In Anger’ at Manchester Arena

Hero Of The Year (Herói do Ano)

Ariana Grande
Rose McGowan
Jeremy Corbyn
Ellie Rowsell
Big Shaq
David Attenborough

Para votar basta acessar o site da premiação clicando AQUI.

10.01.18



Não é novidade que Ariana Grande já vem trabalhando em seu novo disco há um bom tempo. Pois bem, no final do ano passado a cantora publicou em sua conta no Instagram uma pequena prévia de um possível material de seu novo trabalho com a seguinte descrição: “Vejo vocês ano que vem“. Ouça:

Além do trecho, Ariana publicou algumas imagens dela em estúdio durante suas folgas da “Dangerous Woman Tour“. Pharrell Williams é um nos nomes já confirmados por trás da produção do disco, inclusive o mesmo já chegou a falar sobre o álbum em um entrevista recente, leia AQUI.

Com todo o burburinho, a mídia logo comentou sobre o projeto, e recentemente duas das maiorias revistas norte-americas, Billboard e a Rolling Stone, elegeram o #AG4 como um dos álbuns mais esperados de 2018.

05.01.18



Anteriormente a Pollstar divulgou uma lista com as turnês que mais lucraram mundialmente no ano de 2017, Ariana Grande aparece na lista em 20° lugar no ranking geral com um total de $66,5 milhões de dólares arrecadados. Hoje (05), o mesmo site divulgou outra lista (Year End Top 200 North American Tours), dessa vez apenas com os dados das turnês que mais lucraram com shows no continente da America do Norte.

Com a “Dangerous Woman Tour“, Ariana Grande arrecadou um total de $32.5 milhões de dólares apenas na America do Norte, dando a ela o lugar no ranking feminino e o 37° no geral. Confira abaixo a lista com os 50 primeiros colocados:

27.12.17



Listada em vários sites por seu ato de coragem após realizar um show em homenagem as vitimas do atentado à Manchester, em junho deste ano, Ariana Grande, foi eleita uma das celebridades mais soliadarias de 2017 pelo DoSomething.org — uma organização global e sem fins lucrativos apenas com o objetivo de motivar os jovens a fazer mudanças positivas tanto online quanto offline através de campanhas que causam algum tipo de impacto social.

A lista completa divulgada pela Us Weekly, apresenta um ranking com 20 celebridades. Ariana aparece como a celebridade mais solidária do ano no ranking geral e em lugar como celebridade feminina (confira AQUI). Leia abaixo a descrição que a revista fez em relação a Ariana e relembre clicando AQUI tudo que aconteceu no “One Love Manchester“:

A estrela do pop organizou o concerto One Love Manchester depois que uma bomba explodiu na Manchester Arena, enquanto os fãs estavam saindo de seu show em 22 de maio. Mais de 20 pessoas foram mortas e feridas. Seu show beneficente arrecadou US$13 milhões para as vítimas.

22.12.17



Na quarta-feira (20), foram anunciados os indicados ao Global Awards 2018, premiação organizada anualmente pela empresa de mídia britânica Global. O evento reunirá as estações de rádio do Reino Unido, incluindo Capital, Capital XTRA, Heart, Classic FM, Smooth, Radio X, LBC e Gold, onde homenagearão os destaques na música.

Nesta edição Ariana Grande foi indicada em uma categoria, sendo ela “Best Female“. Confira abaixo as concorrentes na categoria:

BEST FEMALE

Rita Ora
Dua Lipa
Camila Cabello
Taylor Swift
Beyonce
Sia
Paloma Faith
P!nk
Katy Perry
Ariana Grande
Rihanna
Adele
Anne-Marie
Selena Gomez

A votação é aberta ao público e vocês podem votar clicando AQUI. *cada pessoa pode votar apenas quatro vezes por dia para cada e-mail.

O evento que contará com performances já confirmadas de Sam Smith, Rita Ora, Andrea Bocelli e Martin Garrix, acontecerá no dia 1 de Março, no London’s Eventim Apollo Hammersmith, em Londres.

07.12.17



A MTV destacou Ariana Grande, Kesha e Selena Gomez em um artigo recente, onde o site fala sobre como cada uma passou por seus momentos de dificuldades esse ano. Leia abaixo a parte (traduzida e adaptada) em que falam sobre a Ariana:

Este ano, o nome de Ariana Grande foi o centro de um dos piores ataques terroristas da história. No dia 22 de maio, a “Dangerous Woman Tour” começou a parar abruptamente quando um homem-bomba provocou uma explosão após o show na Manchester Arena. Vinte e duas pessoas foram mortas e mais de 500 pessoas ficaram feridas, muitas delas jovens e pais.

Ariana suspendeu imediatamente a turnê e voltou para a casa de sua mãe em Boca Raton, Flórida, onde manteve ausência das redes sociais e apenas twittou que se sentia “quebrada“. Como os fãs continuaram processando a tragédia, ninguém esperava que Ariana voltasse aos palcos da turnê novamente, mas foi exatamente isso que ela fez. Dentro de uma semana, Grande visitou vítimas no hospital e anunciou que ela organizaria um concerto beneficente em Manchester.

O evento que reuniu rapidamente, em 4 de junho, Ariana e uma lineup cheia de estrelas – incluindo Justin Bieber, Coldplay, Miley Cyru, Katy Perry e Niall Horan – chegaram ao palco do One Love Manchester. O concerto arrecadou mais de $13 milhões de dólares para as vítimas do ataque, e o mais importante, reforçou a coragem entre um público que desesperadamente precisava disso. Ariana Grande , em particular, foi um farol de força naquela noite, e sua performance, com lágrimas mas equilibrada, de “Somewhere Over the Rainbow“, pode viver como um dos momentos duradouros de sua carreira – na sequência de uma muito mais escuro.

A “Dangerous Woman Tour” escolheu voltar em 7 de junho em Paris, e chegou a um final emocional em setembro em Hong Kong. Retornar ao palco foi um verdadeiro ato de bravura e resiliência, e algo que Grande disse que nunca pensou duas vezes, não importa o quão traumática foi a experiência em Manchester. Como ela explicou em uma entrevista à Coveteur, “Cancelar os shows e ir pra casa não era uma opção. A mensagem do show era muito importante“.

Leia a matéria completa clicando “AQUI”